Vamos a um piquenique

Depois de um longo inverno vamos ver se é desta que a chuva dá lugar ao sol a tempo de comemorarmos o Dia Internacional do Piquenique que se celebra este mês. Podemos fazer desta a primeira de muitas refeições ao ar livre ao longo deste verão. Uma ideia que agrada a miúdos e graúdos, que promove o convívio e a diversão, da qual podemos e devemos tirar o maior partido. Comecemos por escolher um local agradável e um dia sem pressas. Escolhemos uma grande toalha ou manta onde nos podemos sentar e proteger os nossos alimentos do contacto direto com o piso. Quem consegue resistir a uma cesta de verga tão tradicional nos piqueniques? Podemos optar por esta mas só para levarmos loiças, talheres ou alimentos secos e embalados. A par desta, devemos optar por uma mala térmica que nos permita colocar no fundo acumuladores de gelo e manter assim a temperatura adequada dos alimentos mais sensíveis. Em alternativa às opções mais fáceis que são os panados, croquetes, batata frita e refrigerantes, devemos optar por ideias mais saudáveis, como uma sanduiche de pão integral ou de sementes com frango desfiado, rúcula e cenoura ralada; empadas caseiras de legumes salteados; uma salada de tomate, couve roxa, pimento e cenoura (tudo bem picadinho) onde mistura couscous ou quinoa. Podemos ainda levar para beber numa garrafa hermética um sumo caseiro de frutas (com limão para não oxidar) ou águas aromatizadas com frutas, chá, rodelas de limão, hortelã ou pau de canela. Para os lanches, há sempre a opção de frutas já lavadas ou até preparadas em caixinhas ou espetadas, tomates cereja ou frutos secos. Vamos, portanto aproveitar estes dias ao máximo, desfrutando das coisas boas e saudáveis que temos à nossa disposição!

Paula Martins *alimentação*nutricionista e autora do blogue Nutrisaber

Please follow and like us:

Faça o primeiro comentário a "Vamos a um piquenique"

Comentar

Gostaste do que leste? Assina, faz gosto e partilha