Os animais também têm frio

Por Daniel Gonçalves* | Sim, os animais também têm frio. Apesar de ainda muita gente achar que os cães e gatos são feitos para dormir na rua, a realidade é que dotámos estes seres de hábitos que os tornam propensos a correrem maiores riscos por estarem menos preparados para as realidades da vida selvagem. Aqui ficam alguns conselhos simples para evitar que tenhas problemas com os teus pets.

1.

Evita banhos desnecessários. Há um risco de hipotermia nos banhos, mesmo quando eles são dados com água morna ou quente. Por, depois, o bicho, mesmo seco com toalha, guarda água durante horas e isso pode-lhe provocar problemas. Há também risco de dermatites.

2.

Reforça a alimentação. Existem já suplementos para os animais que reforçam as defesas naturais dos animais. Os animais tendem a queimar mais energia para se manterem quentes. Assim, se o teu animal não é obeso e tem pouca massa gorda no corpo, é importante que ele coma bem. A hidratação é igualmente importante.

3.

Reforça o conforto do ninho. Os animais com idade igual ou superior a 8 anos, de pequena dimensão, de pelo curto ou com pouca gordura corporal são os que estão mais suscetíveis e os que sofrem mais com o frio. Mas tudo depende do porte, da raça e da idade do animal. Para os proteger, podes colocar mais uma manta ou um cobertor no ninho ou vestir-lhes roupa, caso o animal aceite. Existe um variada gama de acessórios nesta área.

4.

Retira o animal do calor antes de passear. Antes de o levar à rua, deves ter alguns cuidados especiais, principalmente se ele esteve em frente à lareira ou ao aquecedor. Nestas situações, deves afastar o teu cão da fonte de calor, uma hora antes. No entanto, se possível, deves tentar que o teu pet nunca esteja perto dos aquecedores ou lareiras pois podem sofrer queimaduras graves.

5.

Recolher os animais no interior. Todos os animais devem ser protegidos. Contudo, os que não vivem no interior das habitações requerem uma atenção especial. Nestes casos, os donos devem tentar recolhê-los, fornecer-lhes abrigo ou casotas adequadas.

6.

Escovar mais o animal. Finalmente, última dica e uma das mais importantes. O pelo é a primeira barreira que os animais têm contra o frio, por isso é preciso ter cuidados redobrados com a pelagem. Nesta época não deves cortar o pelo do animal, mas escová-lo diariamente, ou sempre que seja possível, para que o cobertor piloso seja funcional e o animal consiga manter-se quente e enfrentar os meses mais frios.

O teu cão ou gato é o teu melhor amigo. Um membro da família. Mesmo com estes cuidados, é sempre importante estar a atento aos sinais e caso sintas que algo está errado procurares informação na tua pet store ou junto de um médico veterinário.

 

*Daniel Gonçalves é pet expert, proprietário da marca O Koala e escreve na revista gira

Please follow and like us:

Faça o primeiro comentário a "Os animais também têm frio"

Comentar

Gostaste do que leste? Assina, faz gosto e partilha