“Prefira alimentos vendidos a granel”

Assinala-se esta segunda-feira, 16 de outubro, o dia mundial da alimentação. Nos dias que correm, a necessidade de poupar tornou-se uma prioridade para grande parte das famílias portuguesas. Por isso, é importante lutar contra o desperdício alimentar. Existem pequenas atitudes que podem ajudar a minimizar o esbanjar da comida. Pode começar por fazer uma ementa semanal. O planeamento antecipado das refeições, vai permitir-lhe organizar-se de uma forma mais eficiente nas suas compras e preparação dos alimentos. A partir da ementa, pode elaborar uma lista de compras, esforçando-se por segui-la no supermercado. Nesse momento, dê atenção aos preços e prefira os alimentos vendidos a granel, porque normalmente são mais económicos. De qualquer forma, compare sempre o preço do quilo. Tenha também o cuidado de escolher alimentos com o prazo de validade mais longo, para que em casa não tenha de os rejeitar só porque não teve tempo para os comer.  Ao acondicionar os mesmos nas suas prateleiras ou frigorífico, tenha o cuidado de colocar os artigos com prazo mais curto à frente e os de prazo mais longo ao fundo, respeitando a regra: ”o primeiro a entrar, é o primeiro a sair”. Desta forma, conseguirá evitar desperdiçar alimentos, ainda mais se tiver o cuidado de cozinhar à medida da sua família, evitando sobras e restos. Mas, se ainda assim, é daquelas pessoas com pouca noção de porções e receia sempre que apareça mais um para jantar, cozinhando sempre a mais, arranje sempre forma de reaproveitar as sobras no dia seguinte. Tem ainda outra hipótese, acondicionar e etiquetar de forma correcta as sobras da refeição e congelar para usar mais tarde noutra refeição.  Algumas ideias podem ser: sobras de legumes cozidos ou batata podem ser a base de uma sopa; sobras de arroz ou massa podem servir para compor uma salada fria para o almoço; fruta madura pode servir para sumos, batidos ou gelados caseiros; sobras de pão podem ser tostadas e temperadas fazendo croutons.

Please follow and like us:

Faça o primeiro comentário a "“Prefira alimentos vendidos a granel”"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*


Gostaste do que leste? Assina, faz gosto e partilha