PSP alerta para burlas no facebook

Susana Moisão Pinto viu umas sandálias num sítio na internet das quais gostou muito. Namorou-as. “Entretanto a página web desapareceu. Mais tarde voltou com outro nome. Não desconfiei e comprei na mesma”, conta à revista gira. Custaram 38€ com direito a portes grátis. No correio chegaram “uns chinelos para usar no quarto de fabrico chinês. Claro pensei logo que tinha sido enganada”, lamenta. “Só depois vi comentários que diziam o mesmo. Depois disso, a página apareceu e desapareceu com outros nomes”, refere. A vilafranquense admite que agora “aprendeu” e que já consegue reconhecer “quando as fotografias são falsas”. E deixa um aviso: “desconfiem sempre quando oferecem os portes”. Apesar das queixas, Susana Pinto acabou por ser bloqueada pela página e nunca viu o problema resolvido. Mas este tipo de casos é cada vez mais frequente. Por isso, a Divisão Policial de Vila Franca de Xira avisa que este crimes tem “aumentado, com maior incidência através da rede social facebook”. A PSP admite que a maioria das burlas é cometida “por cidadãos estrangeiros. Este crime consiste, essencialmente, na venda de produtos alegadamente genuínos, de marcas conhecidas a preços extremamente convidativos”. Só que quando abrem a encomenda, o cliente depara-se com artigos diferentes ou falsos. A PSP aconselha por isso que utilizes sempre sempre sites de confiança; que solicites sempre contactos de um telefone fixo e/ou uma morada e que desconfies de textos com muitos erros ortográficos. Em caso de vítima de burla, deves apresentar queixa e guardar todos os registos de contactos efetuados. De lembrar que os produtos comprados pelo facebook não têm qualquer tipo de garantia.

Please follow and like us:

Faça o primeiro comentário a "PSP alerta para burlas no facebook"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*


Gostaste do que leste? Assina, faz gosto e partilha