Os candidatos a Alverca e ao Sobralinho (c/vídeo)

Há quatro candidatos à presidência da União de Freguesias de Alverca e Sobralinho. Com 36 mil habitantes, é o segundo maior aglomerado urbano do concelho de Vila Franca de Xira. É considerado dormitório de Lisboa e, na opinião da CDU – Coligação Democrática Unitária, cresceu sem planeamento e por exige “o fim das portagens até Vila Franca, a reformulação da EN10 e a construção do nó no Sobralinho de acesso à A1”. Carlos Gonçalves critica ainda a falta de higiene urbana que tem provocado mesmo pragas de ratos e baratas em alguns bairros da freguesia. Carlota de Pina, por seu turno, considera que “o trânsito e o estacionamento são problemas graves” mas não quer fazer promessas. Até porque uma nova variante ou um nó de acesso no Sobralinho requerem verbas que a Junta não tem. Para a candidata da Coligação Mais há problemas, como a limpeza urbana, que “podem ser resolvidos sem grandes investimentos”. O candidato do Bloco de Esquerda (Portugal) é também comedido nas promessas. João Fernandes já faz parte da Assembleia de Freguesia, elogia “alguns melhoramentos feitos ultimamente” mas diz que “falta ouvir a população”. João Fernandes defende melhor ambiente, novas políticas de mobilidade que apostem na bicicleta, por exemplo, e parques caninos, onde os proprietários de animais de estimação possam passear os seus cães. Finalmente, Afonso Costa, o atual presidente e candidato PS a um quarto mandato, admite que “há muito trabalho para fazer”, como a ligação de Alverca ao Tejo, melhoramento na EN10 e nas respectivas variantes, término das obras na secundária Gago Coutinho”, entre outros. Projetos ambiciosos da parte do candidato socialista. Quatro listas à presidência da União de Freguesias de Alverca e Sobralinho. A 1 de outubro saber-se-á o resultado final.

Please follow and like us:

Faça o primeiro comentário a "Os candidatos a Alverca e ao Sobralinho (c/vídeo)"

Comentar

Gostaste do que leste? Assina, faz gosto e partilha